Faculdade Rudolf Steiner

Inscrições abertas!

Preencha o Formulário de Inscrição anexando o documento comprobatório de sua formação acadêmica.
Você receberá por email a confirmação de envio deste Formulário.

Efetue o pagamento referente à taxa de inscrição, R$ 50,00. (Não haverá ressarcimento da taxa de inscrição.)
Após a confirmação do pagamento, a inscrição é efetivada.

Vagas oferecidas: 35.
Veja todos os detalhes no Edital.

Calendário do Processo Seletivo

Inscrições: até 05/08/2021
Período de entrevistas (se necessário): 02/06/2021 a 26/08/2021
Divulgação dos aprovados: 09/08/2021
Período de solicitação de bolsas: 09 a 13/08/2021
Divulgação de bolsas aprovadas: 19/08/2021
Período de matrículas: 09/08/2021 a 24/09/2021

Início das aulas: 09/09/2021

Público alvo

Interessados em se desenvolver na facilitação de processos – dentro de organizações e iniciativas ou de forma autônoma – aprimorando sua prática profissional, sendo prioritariamente:

– Pessoas que se sintam responsáveis por promover mudanças no contexto em que atuam;
Pessoas que questionam sua prática e/ou sua escolha profissional e buscam um modo mais vivo e integrado de atuar no mundo;
– Profissionais que atuam com desenvolvimento de pessoas e desenvolvimento social, tais como educadores, psicólogos, assistentes sociais, consultores, coaches e profissionais liberais;
– Profissionais vinculados a organizações sociais, governos e administração pública, institutos, fundações e escolas;
– Profissionais autônomos que atuam conduzindo grupos, facilitando processos, tanto individuais quanto coletivos.

Os participantes precisam estar dispostos a compartilhar suas experiências com o grupo, a refletir profundamente sobre si e sobre sua prática, e devem estar preparados para colocar em prática o aprendizado na formação a partir dos exercícios e tarefas inter-módulos.

Pré-requisitos para ingresso 

– Curso de Graduação completo
Mínimo de 28 anos (avaliaremos exceções)

Apresentação 

Frente a  um mundo cada vez mais complexo e repleto de contradições, o esforço para controlar e manter algum poder sobre a realidade que nos cerca, por vezes resvala em tentativas de controle que acabam mantendo o mesmo paradigma que pretendia-se mudar.

Como facilitar mudanças de forma a construir realidades mais fraternas e imbuídas dos princípios da vida?

Esta é a pergunta que orienta esta pós-graduação. Ela pretende desenvolver a capacidade de facilitar processos a partir da observação acurada, da reflexão sobre a prática e do planejamento de ações voltadas para o que emerge do conhecimento profundo sobre cada situação e seu contexto. 

Tem como base a Prática Social Reflexiva, uma abordagem de transformação social inspirada no pensamento de J.W. Goethe e desenvolvida por Allan Kaplan e Sue Davidoff, cuja construção de competências alinhavam teoria e prática, a partir da experiência de cada participante. 

Objetivos

Desenvolver nos participantes a capacidade de facilitar processos a partir de um olhar vivo e atento ao que está emergindo, em diálogo com cada situação e momento, que é sempre único, distinto e em constante transformação.

Observar a natureza e os processos sociais, assim como explorar a compreensão fenomenológica de Goethe.

Construir uma relação mais consciente e coerente entre seu modo de pensar e seu modo de atuar, ampliando suas habilidades de intervir no mundo, fundamentadas em percepções mais refinadas de si mesmo e do contexto.

Eixos de estudo e disciplinas

– Leitura e intervenção em processos vivos 

Essa disciplina busca desenvolver habilidades de ler (atenção e observação), de atribuir sentido a (compreensão) e de intervir em processos sociais compreendidos como vivos, dinâmicos e complexos – tais como pessoas, grupos, iniciativas e/ou organizações. A disciplina investiga a maneira pela qual eles desenvolvem suas formas, estruturas e práticas. Estudaremos ideias como transformação, mudança, morfologia e metamorfose, aprendendo a apreciar o que possibilita e o que impede movimentos de transformação e desenvolvimento.

Também aprofundaremos a compreensão sobre a realidade do mundo atual e do Brasil, embasando o olhar para o contexto e para a relação entre contexto e situação, entre parte e todo, assim como para as formas de intervenção social predominantes na atualidade. 

– Facilitando a intervenção social

Essa disciplina explora a relação entre a teoria e a prática da facilitação de processos de desenvolvimento de grupos e organizações, trazendo pressupostos básicos, fundamentos e princípios da facilitação. Também busca desenvolver nos participantes uma maior compreensão sobre intervenção e a relação entre sua atuação no mundo e sua capacidade de desenhar processos e desenvolver ações de facilitação e/ou intervenção nas situações sociais à medida em que elas se transformam, respondendo às necessidades que elas manifestam. 

Os participantes desenvolverão sua capacidade de facilitar processos de intervenção e mudanças. A “Pesquisa-ação” será a principal metodologia de intervenção e investigação da prática de facilitação. Olharemos brevemente algumas das principais técnicas de facilitação contemporâneas (Teoria U, Teatro da Presença Social, Teoria da Mudança e Design Thinking, por exemplo).

– O desenvolvimento do eu na prática social 

Tornar-se um facilitador, cuja prática social é reflexiva, significa observar rigorosamente seu fazer, buscando aprimorá-lo sistematicamente ao mesmo tempo em que se autodesenvolve. Os participantes devem ser capazes de reconhecer suas características pessoais e como elas impactam as situações sociais nas quais estão intervindo. 

Esta disciplina contribui para que os alunos compreendam e experimentem abordagens para trabalhar a autoconsciência crítica e o autodesenvolvimento, tais como a biografia humana, o olhar para habilidades sociais e uma compreensão holística do ser humano – individual e em sociedade. 

– O pensar vivo na sustentação dos processos

Nesta disciplina se pretende discutir como o sujeito é elemento de percepção do mundo e como diferentes jeitos de pensar e modos de pensamento (analítico, complexo, orgânico) marcam a interação entre sujeito e objeto. Para isso, serão estudados temas e leis que orientam o pensamento embasado pela inteligência da vida (dos organismos vivos). Também serão abordadas as origens das diferentes vertentes da fenomenologia e as especificidades em particular do pensamento desenvolvido por Goethe. Os alunos exercitarão o desenvolvimento das habilidades necessárias para compreender as ideias que compõem o pensamento de Goethe e poderão observar de que maneira as diferentes formas de pensar definem as escolhas feitas na facilitação.

Perfil do egresso

Ao final do curso, os participantes terão aprimorado:

sua capacidade de desenhar e facilitar processos de intervenção em situações sociais dinâmicas e complexas;

– suas habilidades de observar, ler, compreender e atribuir sentido às situações;

– uma intuição rigorosa e disciplinada que permite lidar criativamente com o desdobramento das situações em que estão envolvidos;

– sua habilidade de fazer da sua prática profissional um campo de pesquisa e aprendizado contínuo. 

Formato, estrutura e calendário

Curso híbrido, com encontros presenciais e online
Duração: 24 meses
Carga horária total: em breve

Início previsto: setembro 2021
Término previsto: agosto 2023

  • 1 encontro mensal online
    Ás
    sextas-feiras, das 18:10 às 21:00 e sábados, das 09:30 às 16:30 (total de 20 encontros de 9 horas cada).
  • 5 encontros presenciais em imersão, com 5 dias cada
    De quarta à domingo, em local de retiro (total de 5 encontros de 48 horas cada).
  • 1 encontro online antes de cada imersão
    Sextas-feiras que antecedem as imersões, das 18:10 às 21:00 (total de 5 encontros de 3 horas cada).

 

Calendário das aulas em breve.

Investimento

24 parcelas mensais consecutivas de R$ 1070,00, com pagamento da primeira mensalidade no momento da matrícula, referente ao mês de setembro de 2021.

Não estão inclusos gastos de hospedagem ou alimentação no local de realização do curso.

Os encontros presenciais serão realizados em local escolhido pelo grupo, após o início do curso, a partir dos seguintes critérios:
.  riqueza de ambiente natural;
. distância de até 200km da cidade de São Paulo;
. custo de estadia e alimentação de até R$ 180,00/dia.

Titulação

Especialista em Facilitação de Processos – Prática Social Reflexiva 

Apoio

                       

Coordenação

Docentes