Faculdade Rudolf Steiner

Pé de Dança

Pedagogias da dança e Antroposofia
Nosso grupo pretende investigar, discutir e refletir o lugar da dança e das artes e outras práticas do movimento na Antroposofia.

Sobre o grupo

A dança é um vasto campo de conhecimento. Pé de Dança reconhece sua dimensão e importância cultural, social e de formação, uma vez que, um trabalho corporal pode ser delicado e profundo, em especial, para o indivíduo em formação nos dias atuais em que espaços são perdidos diante da crescente urbanização e seus modos de vida.

Este grupo investiga o papel da dança dentro do universo da Antroposofia; sua relação com as artes do movimento, com a Pedagogia Waldorf e os currículos de movimento já existentes, valorizando a integração das diversas experiências de movimento na escola (Euritmia, Educação física e Música). Por fim as pesquisas podem também tecer relações com o campo da Salutogênese amplificando os territórios de presença  da dança e do movimento.

Pé de Dança propõe encontros mensais nos quais partilham-se inquietações, investigações e colaborativamente amplia discussões.

Ações propostas

Realizar um levantamento de como a dança está presente atualmente dentro das escolas Waldorf no Brasil;

Compreender se a dança nas escolas Waldorf têm relações diretas ou indiretas estabelecidas com: o brincar, com a cultura corporal escolar, com a cultura e as manifestações populares brasileiras e com o ensino das outras artes;

Investigar processos contemporâneos de ensino e aprendizagem da dança e suas mediações no âmbito do ensino formal;

Realizar estudos curriculares comparados envolvendo todas as áreas de movimento (Educação física, Euritmia e Música);

Encontrar caminhos para uma educação corporal que contribua com a liberdade, proposta por Rudolf Steiner, integrando maior autonomia e consciência dos corpos através da poética e unidade inerente ao campo específico da dança.

Questionário: A dança na Pedagogia Waldorf

Professores e gestores Waldorf:
Clique aqui para acessar o questionário sobre dança e antroposofia para escolas.

Primeira Jornada Pé de Dança

7 de agosto, das 8h30 às 12h, online e gratuito.
Clique aqui para se inscrever!

Uma oportunidade para conhecer as investigações e reflexões realizadas pelo grupo após um ano de pesquisa: diálogos sobre a dança, suas pedagogias e suas possíveis relações com a antroposofia.
Este encontro propõe ampliar as discussões do grupo, trazendo pesquisadores, pedagogos e artistas convidados, gerando uma multiplicidade de olhares sobre a dança na escola.

Programação

8h30: Abertura
8h45 às 9h45: Palestra “O corpo em movimento na Pedagogia Waldorf“, com Florencia Guglielmo
9h45 às 10h: intervalo
10h às 10h40: Palestra “Pé de dança: os passos da dança na Pedagogia Waldorf“, com Juliana Klein, Luiza Banov e Renata Fernandes
10h45 às 11h45: Palestra “A dança na escola no Brasil: um panorama de sua inserção curricular via documentos oficiais“, com Carolina Romano
11h45 às 12h: finalização

Como participar do grupo

A partir de janeiro de 2021 o grupo está aberto para o público em geral.
Para participar, envie uma breve apresentação e carta de intenções para peddanca@frs.edu.br.
Encontros virtuais, plataforma Teams.

Datas e horários

Os encontros acontecem na primeira terça-feira do mês, das 16h  às 18h.

Coordenação

A iniciativa do grupo parte de três bailarinas formadas em Dança na UNICAMP, mães Waldorf e educadoras em contato com a pedagogia de diferentes maneiras.

Curiosidade

Pé de Dança
Traz a dança no nome
e junto o interesse pelas p(é)dagogias da dança
Um nome em movimento
Dentro dele moram trocadilhos-imagens
Um pé de árvore, com ramificações inúmeras
que a dança e esta pesquisa nos traz e nos trará
Pé de Dança que acorda nossas raízes
diz sobre o modo como as danças brasileiras
são transmitidas de geração a geração
No chão das danças brasileiras
Ao aprendermos um “passo” ou um ritmo definido
dizemos que aprendemos um determinado “pé de dança”.
Pé de dança é vasto e sonoro
como árvores frondosas que oferecem
boa sombra para frutíferas conversas.